16 JAOC- Universidade Católica DF

Publicado em 09/11/2017

RESUMO LORENZA 16ª JAOC


INTER-RELAÇÃO DENTÍSTICA/PERIODONTIA: MACROMODELO PARA DEMONSTRAÇÃO DESTA IMPORTANTE INTERAÇÃO NO TRATAMENTO RESTAURADOR.

 


Lorenza Frattesi
Ricardo Santos Barbosa
Elaine Lobo Dantas
Adriano António Alves
Andréia de Aquino Marsiglio


A interação entre as áreas de periodontia e dentística restauradora é fundamental para a harmonia entre os elementos dentários e o tecido gengival, com uma correta proporção entre os dentes e o contorno gengival. Em algumas situações, a localização da margem cervical de uma lesão cariosa ou fratura pode  apresentar-se subgengivalmente, dificultando a adequada adaptação do material restaurador.  Para trabalhar com segurança, o material restaurador deverá localizar-se até 0,5mm subgengival. A distância da margem gengival do preparo até a crista óssea deverá ser de 3mm, caso esta seja invadida, terá que ser restabelecida, garantindo assim a preservação do espaço biológico e, consequentemente, a saúde periodontal. Nas situações em que o tratamento e o restabelecimento da saúde periodontal associado a um bom vedamento marginal das restaurações não  seja possível,  deve-se adotar medidas operatórias associando a periodontia e a dentística, de modo a garantir adequado vedamento da  margem cervical.  Neste sentido, o objetivo do presente trabalho é apresentar as possibilidades para a realização de procedimentos com términos situados supragengival, no nível da gengiva, subgengivalmente sem e com invasão do espaço biológico. Para a demonstração das opções de interação entre as duas áreas profissionais foi criado um macromodelo com características específicas para cada situação clínica. As técnicas operatórias serão demonstradas com a utilização de um manequim.


Palavras-chaves: Interação; Dentística; Periodontia

16 JAOC- Universidade Católica DF